© 2016 por GEPEM/UFPA com Wix.com

Please reload

Tags
Destaque

Marielle Franco Presente!

March 16, 2018

1/6
Please reload

Divulgação: 13º Mundo de Mulheres e Fazendo Gênero 11

02.12.2016

 

A Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC) irá sediar, de 30 de Julho a 04 de Agosto de 2017, a 13ª edição do Women’s Worlds Congress, evento trienal que reúne mulheres de todo o mundo para ampliação e divulgação das pautas feministas, tanto na academia quanto na militância.

 

Pela primeira vez na América do Sul, o evento acontecerá em conjunto com o Seminário Internacional Fazendo Gênero 11, sob o tema “Transformações, Conexões, Deslocamentos”, em uma tentativa de ampliar o debate para além da centralidade dos países do Hemisfério Norte e da hierarquia Norte-Sul, promovendo a inclusão dos mais diversos discursos feministas.

 

Parceiras do GEPEM/UFPA e do Observatório estarão promovendo Simpósios Temáticos no evento, com ementas abaixo:

 

019. Conflitos de Gênero e o Sistema de Justiça Criminal

 

Coordenadoras: Luanna Tomaz de Souza (Universidade Federal do Pará), Rochele Fellini Fachinetto (Universidade Federal do Rio Grande do Sul)

 

“Resumo: As dinâmicas de atuação da justiça criminal nos casos envolvendo conflitos de gênero tem se constituído num profícuo campo de reflexões e pesquisas desde a década de 80 no Brasil. Os trabalhos nesse campo temático têm explorado os mais variados espaços da justiça criminal – desde as delegacias, Juizados e outras esferas do judiciário até o sistema prisional, contribuindo para compreender como gênero e mesmo outras categorias como classe social, raça, identidade sexual influenciam as práticas da justiça, produzindo e reproduzindo relações desiguais nesse espaço. Este simpósio temático propõe um debate sobre as dinâmicas de atuação das diversas instâncias do sistema de justiça criminal nos casos de conflitos de gênero, enfocando os modos de resolução de conflitos nestes espaços, as práticas e discursos dos agentes estatais, aspectos legais e extralegais acionados nessas dinâmicas, formas de significar os espaços da justiça criminal pelos atores sociais, experiências inovadoras na gestão desses conflitos. Os trabalhos também poderão contemplar uma multiplicidade de objetos de estudo, desde registros e boletins de ocorrência, inquéritos policiais, processos, sentenças judiciais, dinâmicas prisionais, experiências de atendimento às vítimas de violência, privilegiando análises que contemplem a perspectiva transversal de gênero. Os trabalhos podem adotar diferentes perspectivas teóricas como criminologias, feminismos, das ciências sociais, jurídicas, dentre outras. É fundamental verificar o funcionamento deste sistema, que ao longo do tempo, serviu muito mais para oprimir as mulheres, mas que hoje compõe um dos mais importantes campos de luta dos movimentos sociais.”

 

Para mais informações sobre esse ST clique aqui.

 

 

022. Desenvolvimento, território e os direitos humanos das mulheres

 

Coordenadoras: Cynthia Mara Miranda (Universidade Federal do Tocantins), Denyse Côté (Université du Québec en Outaouais)

 

“Resumo: A discussão do desenvolvimento, do território e os direitos humanos das mulheres objetiva neste Simpósio Temático uma reflexão e uma crítica de modo a reconhecer o papel ativo desempenhado pelas mulheres em seu espaço, de forma autônoma ou organizada, em movimentos de mulheres e/ou feministas na busca da igualdade entre os gêneros, raça/etnia e justiça social.

Os direitos humanos das mulheres devem ser garantidos em todos os níveis de espaços, o que sugere a importância de discutir o conceito de lugar/território aqui entendido em três dimensões descritas por Agnew (1993): o local, as configurações em que as relações sociais são constituídas, os processos sociais e econômicos que operam em escalas mais amplas e o senso de pertencimento ao local.

O ST busca integrar a reflexão de pesquisas cujas abordagens dialoguem com problemáticas referentes às inter-relações entre a construção do desenvolvimento e a participação das mulheres em todos os níveis dos processos de tomada de decisão política, participação social e econômica em seus territórios. Busca-se reunir pesquisas que tenham diferentes reflexões teóricas e metodológicas a partir de diferentes vertentes do desenvolvimento relacionadas com as questões de gênero, tais como desenvolvimento rural, desenvolvimento local, desenvolvimento urbano e econômico, economia solidária, entre outras.

AGNEW, J. (1993) RepresentingSpace:Space, Scale and Culture in Social Science. Dans Duncan, J. S. et Ley, D. F.(dir.) Place / Culture / Representation. London, Routledge, pp. 251-271.”

 

Para mais informações sobre esse ST clique aqui.

 

 

Para mais informações, visite também o site do evento.

 

Please reload

This site was designed with the
.com
website builder. Create your website today.
Start Now